O dia em que descobri que tinha faringite

Meninas, hoje o assunto é bastante sério, pois vou contar como foi a minha experiência tendo faringite. Sempre fui de ter dor de garganta e isso é algo bem comum para a maioria das pessoas, certo? Pode ser uma irritação, sensibilidade, inflamação e que a gente acaba se preocupando e procurando um médico.

A faringe é um órgão que fica na nossa garganta e a faringite é a inflamação dele. Ele é responsável pela ligação entre o nariz com a boca, conectando também a laringe junto ao esôfago. Assim, dá para ver como ele é importante para o nosso corpo e ter uma inflamação ali não é algo muito legal.

Como é ter faringite?

Quando a faringe fica inflamada, a gente tem dor, irritação, coceira, um grande desconforto, além de outros sinais. Essas inflamações costumam aparecer mais no inverno, pois o ar fica mais seco e as pessoas ficam trancadas em lugares fechados com pouca ventilação e até mesmo com nenhuma ventilação.

Por isso, existem dois tipos, podendo ser através de bactérias ou com vírus, já que conseguem entrar com facilidade pelas vias áreas, causando diversas doenças. Muitas pessoas acabam sofrendo com amigdalite e com laringite, mas eu consegui sofrer com a faringite Manaus depois de uma visita lá.

Já vou avisando que a faringite bacteriana é bem mais difícil de aparecer, sendo também muito mais perigosa. Ela aparece por conta de uma bactéria que consegue contaminar a faringe. Esse é um tipo de faringite que vai dar bastante febre, daquelas bem altas e vai precisar do uso de antibióticos.

O outro caso é a faringite viral, sendo o tipo mais comum, e o meu caso. Como o nome mesmo já diz, a sua causa é por conta de vírus. Ela normalmente aparece por conta do vírus vindo de outra doença, como a gripe. Os sintomas são bem mais tranquilos, mas mesmo assim, são bem desconfortáveis.

Faringite é contagiosa?

Aviso bastante importante que posso passar para vocês é que faringite pode ser transmitida entre pessoas, viu? Mas quando ela é bacteriana. No caso da alérgica, bem mais comum, o problema é genético. Por isso, a provocação desse tipo é através de agentes irritativos.

Mas o que pode acontecer é que em ambientes fechados, é muito mais fácil de ter uma doença respiratória, já que não vai ter circulação de ar. Quando alguém está infectado, o vírus consegue se espalhar pelo ar, contaminando todo mundo. Assim, dá para pegar faringite através de espirros, tosse e fala. Além de compartilhar canudos, talheres e beijos.

Quer saber quais os sintomas? A pessoa pode ter febre, pescoço inchado, rouquidão, dificuldade ao engolir, garganta bem avermelhada, falta de apetite e dor de garganta. Tem pessoas que podem sentir também dor de cabeça, vômitos e dores de ouvido, mas não é tão comum.

Para descobrir se você está sofrendo com a faringite, o importante é procurar um médico que consiga identificar essa inflamação, através de exames específicos para assim, procurar algum tipo de tratamento, se houver necessidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *